Vampiros decapitados São Encontrados

 

Um dos esqueletos encontrados na Polônia: sinais de que uma estaca foi enfiada no peito do cadáver (Museu de Fortress Kostrzyn)

 

Se fosse eu a encontrar esses restos mortais aí em cima não veria nada de diferente. Por sorte, eles foram encontrados por arqueólogos e entenderam bem o que aconteceu na Polônia.

Os restos mortais são da Idade Média, da  vila de Górzyca e quando vivas, essas três pessoas foram vistas como vampiras, por isso, foram mortas e enterradas de forma brutal.

 

A cabeça deste esqueleto foi achada longe do corpo, "imobilizada" entre duas pedras

A cabeça deste esqueleto foi achada longe do corpo, “imobilizada” entre duas pedras (Museu de Fortress Kostrzyn)

Dois dos esqueletos (um feminino, o outro masculino) sofriam de cifose, que causa uma corcunda acentuada nas costas, assim, as pessoas com aparência suspeita, só podiam ser vampiros, o que remete ao vampiro Nosferatu que tinha uma corcunda.

Dois dos “vampiros” foram enterrados de barriga para baixo e pregados ao chão com uma estaca, e um deles, o homem, foi também decapitado. O terceiro esqueleto, que pertencia a outro homem – este, sem sinais visíveis de deficiências -, teve a cabeça decepada e enterrada longe do resto do corpo, com pedras pesadas, como se fosse para imobilizá-la, caso voltasse à vida. E se isso não bastasse para acabar com esses sanguessugas, os vampiros tiveram os joelhos quebrados. quero ver eles fugirem agora! kkk (Prova de que não fugiram é que foram encontrados século depois todos quebrados. rsrs)

Os cadáveres foram enterrados fora dos muros do cemitério local, pois os cemotérios estavam em terras sagradas, assim, sendo, os vampiros não podiam repousar lá. Os corpos estavam enterrados com as cabeças viradas para o leste e os braços cruzados sobre o peito.

 

0

(Museu de Fortress Kostrzyn)

Anúncios

Sinopse: BloodRayne 2

BloodRayne 2- Libertação
(BloodRayne – Deliverance)

atores: Natassia Malthe, Zack Ward, Michael Paré, Chris Coppola, Chris Spencer, Brendan Fletcher, Sarah Jane Redmont, Michael Teigen, Michael Eklund, John Novak, Tyron Leitso, Jodelle Ferland, Mike Dopud, Vincent Gale

Música: Jessica de Rooij
Direção: Uwe Boll

Personagens: Rayne, Billy the Kid, Pat Garrett, Newton Piles, garçom Bob, Muller, Martha, Pastor, xerife Cobden, Fleetwood, Sally, Mary, William

Rayne é uma dhampira: meio humana, meio vampira fruto de um estupro de sua mãe humana. Ela dedica sua vida à caçar e matar vampiros.
Esse é o segundo filme, o primeiro, Rayne foi interpretada por Kristanna Loken em 2005 e três anos depois a atriz principal é trocada pela belíssima Natassia Malthe.
Porém essa adição de sensualidade perdeu na ação e no roteiro.
Deliverance, ano de 1880, a ferrovia irá chegar na cidade que é dominada por um estranho Illy the Kid e sua gangue, que à noite causam estragos e sequestram as crianças da cidade.
Na verdade, eles são vampiros. Billy é um dos mais antigos e por isso seu poder de regeneração não necessita de sangue.
O filme resgata as tradições antigas: o vampiro de BloodRayne 2 não tem reflexo no espelho e não pode atravessar a água.
Billy almeja formar um exército de vampiros com os novos moradores que chegarão por causa da ferrovia.
Rayne forma um pequeno grupo para matá-los e salvar as crianças.
Esse é uma mistura de vampiros com os filmes bang-bang do velho oeste, mas não chega nem aos pés do filme Vampiros de John Carpenter.
BloodRayne 2 é um dos filmes mais mau feitos e decepcionantes de vampiros que eu já vi. Não recomendo!
Os vampiros morrem com balas normais em um duelo e esganiçam como fracos animais; é ridículo. Penso como deve ser BloodRayne 3, de 2010, péssimo como o segundo ou razoável e assistível como o primeiro?
É aguardar pra ver.

Thais TPM